A história do bairro curitibano Santa Felicidade começa na ligação entre Curitiba e o norte do estado. Esta via é chamada atualmente de Estrada do Cerne. Existem duas explicações para a origem do nome do bairro. A primeira é que seria uma homenagem a Felicidade Borges, portuguesa dona de terras na localidade. O nome dela, por sua vez é homenagem a Santa Felicidade, uma das primeiras mártires cristãs tratada como santa.

Mas, a formação do bairro também está ligada a colonização italiana. Santa Felicidade é um reduto italiano em Curitiba. Isso, porque a região recebeu a partir de 1870 muitos imigrantes cidades italianas de Trento e Vêneto. Esses imigrantes instalaram-se no Taquaral, área chamada assim por ser cheia de taquaras, plantas nativas da América do Sul. A ocupação italiana estendeu-se para terras onde são os bairros Cascatinha, Butiatuvinha, São João e Lamenha Pequena. Todas essas áreas foram unificadas e tornaram-se Colônia Felicidade.

A atividade comercial dos imigrantes era a produção de leite, vinhos, queijos, salame e também ao hortigranjeiro. O escoamento dos produtos era carroças conduzidas pela Estrada da Colônia, atual Avenida Manoel Ribas. O comércio contribuiu para atrair mais italianos, tanto que no fim do século 19 e início do 20 existiam 200 famílias. A imigração italiana foi determinante para o desenvolvimento econômico. Tanto que o bairro Santa Felicidade é conhecido pelos restaurantes. Aliás, a vocação gastronômica local é conhecida desde a época dos bandeirantes. Dizem que eles paravam no bairro para descansar e comer durante as viagens para o sul do Brasil.

Por dentro da Santa Felicidade

O bairro tem 1.218 hectares, o que corresponde a 2,80% do território curitibano. Segundo o Censo Demográfico do IBGE realizado em 2010, a população do bairro Santa Felicidade é de 31.572 habitantes, desses 47,76% são homens e 52,24% são mulheres. A média de idade é 33,6 anos e a renda per capita varia de R$2.900,00 a R$4.590,33, de acordo com o Censo de 2010.

O Santa Felicidade é conhecido pela gastronomia. Ela está presente até no calendário do bairro, como a Festa da Polenta e do Frango, que acontece todos os anos no Bosque Italiano (ex-Bosque São Cristóvão). A gastronomia também atrai turistas. São 30 restaurantes, entre eles o maior da América Latina, o Restaurante Madalosso. Porém, o bairro tem outras vocações. Na Avenida Manoel Ribas, os restaurantes dividem espaço com lojas de móveis e objetos de decoração.

Principais ruas, bairros próximos e pontos de referência

Ruas/Avenidas

Avenida Manoel Ribas

Rua Via Vêneto

Avenida Napoleão Manosso

Avenida Fredoin Wolf

Avenida Vereador Toaldo Túlio

Bairros Próximos

Butiatuvinha

Lamenha Pequena

São Braz

São João

Cascatinha

Pontos de Referência

Restaurante Novo Madalosso

Bosque Italiano

Terminal Santa Felicidade (Rua Via Vêneto, esquina com a Rua Madre Maria Clelia Meroloni). O terminal tem 1linha interbairros, 2 linhas diretas, 10 linhas alimentadoras e 2 linhas troncais.

Casa Culpi

Rua da Cidadania (área onde a população tem acesso a serviços de saúde, serviço social, entre outros, algumas são anexas a terminais de ônibus como a Rua da Cidadania Santa Felicidade)

Áreas Verdes

Boque Italiano

Com a réplica da primeira igreja do bairro, erguida em 1891 e os arcos, o Bosque Italiano é uma celebração da cultura italiana. Lá é realizada as tradicionais Festas da Uva e do Vinho. Outra atração dos 23.540 m2 é o Memorial da Imigração Italiana. A rica flora reúne araucária, pimenteira, juvevê, cambuí, bugreiro, carne de vaga e pinheiro bravo. Já a fauna é representada por joão-de-barro, sabiá e grimpeirinho. O Bosque Italiano fica na Rua Margarida Angela Zardo Miranda e tem entrada gratuita. O horário de funcionamento varia conforme o evento. Para chegar de ônibus, use a linha Santa Felicidade – 902 e desça na Travessa Nestor de Castro.

Parque Barigui

Inaugurado em 1972, o Parque Barigui tem 1.400.000 m2. Abriga três bosques com capão de floresta, araucárias, bromélias, garças brancas, quero-queros, preás e tico-ticos. Para a prática de esportes, os visitantes têm à sua disposição uma academia, pista de corrida, ciclovia e canchas de futebol de areia e vôlei.

Quem for de carro tem estacionamento com 1950 vagas. O Parque Barigui fica entre a Avenida Manoel Ribas e a BR 277, com acessos pela BR 277 e Avenida Cândido Hartmann. O parque não fecha nunca, mas os estabelecimentos dentro dele têm horários distintos. Para chegar de ônibus, use a Linha Turismo http://www.urbs.curitiba.pr.gov.br/transporte/linha-turismo, ou as linhas do Terminal Campina do Siqueira: Interbairros II, Expresso Centenário-Campo Comprido, Ligeirinho Pinhais-Campo Comprido e Ligeirinho Inter II.

Gastronomia

Restaurante Madolosso

Inaugurado em 1971, o restaurante Madolosso é o maior das Américas com 7671 m2. Com capacidade para 4645 pessoas, está no Guiness Book desde 1955. No cardápio, o melhor da culinária italiana, como a polenta frita, lasanhas e risotos. As sobremesas são à la carte, como o Sorvete Madalosso e opções de sobremesas zero açúcar. O restaurante também possui vinhos e cervejas de marca própria. O espaço também é especializado em eventos e conta com 4 opções de cardápios. O Restaurante Madolosso fica na Avenida Manoel Ribas, 5875.

Casa dos Arcos

Inaugurado em 1982, O restaurante Casa dos Arcos tem buffet executivo e à la carte no almoço e no jantar. O restaurante também tem delivery. O cardápio reúne delicias como lasanhas, nhoques, caneloni, talharin e fetuccine. Os amantes da pizza não ficarão decepcionados com os 31 sabores salgados e 6 doces. Quem ama vinhos, poderá escolher entre tinto seco ou suave, branco seco ou suave e rosê seco ou suave. Os vinhos são marca própria, produzidos na cidade gaúcha de Caxias do Sul. O restaurante Casa dos Arcos fica na Avenida Manoel Ribas, 5999.

Veneza

Inaugurado em 1965, o restaurante Veneza tem apenas 48 lugares. Na Spaghetteria, o cliente personaliza seu prato com ajuda do chef. A casa conta com bons vinhos, tendo um de produção própria. O espaço ainda tem 3 salões para realização de eventos. Na Adega Veneza, os clientes podem abastecer sua adega particular. O restaurante Veneza fica na Avenida Manoel Ribas, 6860.

Ristorante Siciliano

O Ristorante Siciliano tem pratos italianos com preços fixos. A tábua de antepasto é boa pedida, mas, o cardápio tem ainda fricassê de frango, carnes e buffet de saladas. O destaque da sobremesa é o picolé italiano da Diletto. O espaço tem ainda 3 salões para eventos, o maior com capacidade para 500 pessoas. Quem quiser passar o Natal e o Reveilon fora de casa, já pode fazer reserva no site. O Ristorante Siciliano fica na Avenida Manoel Ribas, 5734.

Encantadora a história do bairro Santa Felicidade, não é? Acompanhe o site Top 10 Curitiba e conheça a história dos bairros curitibanos.


Vista do Portal de Santa Felicidade

Santa Felicidade é um bairro de Curitiba, localizado na região noroeste da cidade.

Inicialmente era uma importante rota dos tropeiros paulistas que se dirigiam em direção ao sul.

Em sua formação histórica, foi bastante notável a ocupação feita pelos imigrantes italianos, vindos de Vêneto e Trento.

Atualmente se destaca pela venda de produtos coloniais, principalmente os ligados à cultura italiana e também pelo setor gastronômico, um dos mais tradicionais de toda Curitiba, sendo ele bastante procurado aos finais de semana.

Como principais pontos de referência, o bairro possui Restaurante Madalosso – o maior restaurante da América Latina – e o Bosque Italiano.

Como limites possui os seguintes bairros: Butiatuvinha, Cascatinha, Lamenha Pequena, Santo Inácio, São Brás e São João.

Empresas do Bairro:

Deixe uma resposta